Acessórios para ECG: quais são os cuidados necessários? Saiba!

acessórios para ecg
6 minutos para ler

O eletrocardiógrafo (ECG) é um equipamento hospitalar que faz uma avaliação minuciosa das atividades elétricas desempenhadas pelo coração. Com ele, é possível detectar alterações cardíacas e eventuais doenças do sistema cardiovascular, como arritmia, taquicardia, bradicardia, cardiopatia congênita, insuficiência cardíaca e miocardiopatia.

Que tal saber mais sobre esse equipamento? Neste post, vamos apresentar quais são os principais acessórios para ECG, ressaltando os cuidados necessários para manter com cada um deles. Acompanhe a leitura e confira mais detalhes!

Como funciona o aparelho eletrocardiograma?

O ECG é conectado aos eletrodos por fios que identificam a atividade elétrica do coração. O aparelho eletrocardiograma registra seis diferentes modalidades de onda, levando em consideração o tipo de impulso elétrico que é realizado pelo coração.

Esses tipos de onda levam o nome de P, Q, R, S, T e U e têm a função primordial de identificar cada etapa e o ritmo dos batimentos cardíacos com mais detalhes, além de ajudar a representar a atividade elétrica do sistema cardíaco por meio de gráficos.

O controle e monitoramento do aparelho é realizado por meio de eletrodos, placas que são fixadas na superfície da parede torácica anterior (região frontal do peito), punhos e tornozelos. Sobre eles, é aplicado um gel para que o aparelho deslize com mais facilidade na pele e aumente a condutividade, além de auxiliar na medição da corrente elétrica do paciente. Em regra, os principais acessórios para ECG existentes são o cabo, os eletrodos, os sensores de oximetria e as mangueiras.

Quais são os cuidados necessários com os acessórios para ECG?

Os acessórios dos eletrocardiógrafos digitais e dos eletrônicos exigem cuidados específicos para prolongar a vida útil e reduzir a necessidade de providenciar manutenções corretivas. Conheça, a seguir, alguns cuidados que você deve ter com os acessórios para ECG.

Cuide da higienização

É importante fazer a assepsia do eletrodo depois de cada exame. Afinal, esse acessório entra em contato direto com a pele do paciente. Ele deve ser limpo com sabão e água quente. De qualquer forma, não é recomendada a limpeza com soluções contendo benzina, álcool e solventes.

Retire o gel

O gel condutor que é utilizado para aumentar a condutividade também deve ser retirado. O gel se acumula na região interna do bulbo do eletrodo de sucção e pode desencadear o processo de oxidação, que acontece ao longo do tempo e pode reduzir a vida-útil do aparelho.

Além disso, o cabo deve passar pelo processo de higienização para eliminar eventuais resquícios de gel que tenham se depositado nas pontas do equipamento.

Inspecione os cabos

Dê especial atenção aos cabos. Procure por eventuais falhas de isolamento, amassamento do conector ou avarias causadas nos fios. Caso você desconfie de qualquer problema, o recomendado é suspender o uso e buscar a assistência técnica fornecida pelo fabricante.

Evite enrolar os cabos. Esses acessórios são considerados um dos mais caros do aparelho ECG e merecem cuidado redobrado. É possível usar uma tira feita com material de acrílico ou plástico para auxiliar e prender as garras do cabo, evitando ter que ficar desenrolando os cabos com frequência. Assim, você otimiza o procedimento e consegue economizar tempo.

Além disso, não deixe o cabo ECG no chão. Trata-se de um acessório frágil que pode se romper e se deteriorar facilmente. O ideal é armazenar os cabos esticados perto da maca ou próximo ao paciente de modo a otimizar o momento do exame.

Utilize acessórios de qualidade e com registro

Os acessórios utilizados devem ser devidamente homologados e compatíveis com o aparelho de ECG. Esse é um cuidado muito importante que mantém a vida-útil do equipamento e reduz o risco de desgastes, mantendo a qualidade e a sua conservação.

Por outro lado, o uso de acessórios de baixa qualidade sem registro na ANVISA pode prejudicar o próprio aparelho, ocasionando falhas nos resultados, como é o caso de interferências e divergências no registro de estímulos elétricos. Em resumo, os dados obtidos no exame não serão totalmente confiáveis e podem ser diferentes da realidade. Além disso, como outra consequência, isso pode levar até mesmo ao curto-circuito do eletrocardiógrafo.

Evite o contato com líquidos

É importante evitar o derramamento ou o vazamento de líquidos no aparelho, uma vez que o contato com a água pode causar danos irreversíveis em seus dispositivos internos e sistema elétrico. Também pode acarretar problemas no resultado dos exames e influenciar negativamente a qualidade das imagens.

É necessário calibrar o aparelho de ECG?

De uma maneira geral, os equipamentos médicos já vêm calibrados de fábrica. Nesse sentido, a maioria dos aparelhos de ECG apresentam uma opção de auto-calibração, uma espécie de procedimento de ajuste que é realizado sempre que o computador é iniciado juntamente com o eletrocardiograma. Também é importante usar a configuração do tipo N, N/2 ou 2N na voltagem adequada. No caso de equipamentos de ECG antigos, há uma tecla específica que exibe eventuais alterações ou desvios (nível de deflexão).

Como deu para perceber, é essencial ter o cuidado devido com os acessórios para ECG com o objetivo de manter a qualidade dos aparelhos para preservar a vida-útil, garantir a qualidade exames e evitar eventuais interferências, além de assegurar a geração de diagnósticos certeiros e facilitar todo o trabalho da equipe médica.

Deu para ter noção da importância desse equipamento para obter resultados de exames precisos e reais? Nesse sentido, é essencial ter cuidados especiais com o aparelho utilizado, bem como com os acessórios para ECG. Afinal, cada componente requer a devida manutenção e cuidados no seu manuseio. Desse modo, o equipamento continuará fornecendo diagnósticos precisos e será mantido protegido contra o surgimento de defeitos, além de garantir a vida-útil do aparelho por mais tempo.

Nesse sentido, a DIMAVE trabalha com os acessórios compatíveis com qualidade e registro na ANVISA para todas as marcas e modelos de fornecedores. A empresa oferece o suporte necessário para que o cliente possa adquirir o item com a máxima garantia de qualidade.

Se você quer melhorar a qualidade dos diagnósticos dos exames cardíacos em seus pacientes, que tal saber mais sobre os equipamentos e acessórios da DIMAVE? É simples, confira agora os nossos acessórios multiparamétricos para ECG disponíveis no mercado!

Você também pode gostar

Deixe um comentário