Auditoria em serviços de saúde: como são feitas e como se preparar?

Auditoria em serviços de saúde como são feitas e como se preparar
6 minutos para ler

Para garantir a qualidade e a eficiência de qualquer serviço, é fundamental um monitoramento constante. Isso é ainda mais importante em hospitais, clínicas e consultórios médicos, uma vez que eles lidam diretamente com o bem-estar e a vida das pessoas. Nesse sentido, a auditoria em serviços de saúde é essencial para garantir que sejam atendidos padrões de qualidade e respeitados os regulamentos do setor.

Uma auditoria pode ser uma iniciativa interna, para assegurar a manutenção de equipamentos, a adequação de processos e a qualidade nos serviços, ou externa, realizada por algum órgão regulador. Em ambos os casos, é preciso estar bem preparado, atendendo a critérios preestabelecidos.

No entanto, como preparar um estabelecimento para ser auditado? Esse é o tema deste artigo. Continue lendo e saiba como estar sempre preparado para uma auditoria em serviços de saúde!

O que é e como funciona uma auditoria?

Trata-se de um conjunto de avaliações sobre a eficiência e a qualidade de todos os processos, protocolos e atividades realizadas em uma instituição de saúde. Uma auditoria, assim, fornece informações importantes para indicar qual a melhor forma de agir, de acordo com os objetivos estratégicos do estabelecimento. Ela também é necessária para o entendimento de quais as mudanças e melhorias a serem implementadas.

As auditorias podem ser feitas de maneira contínua ou periodicamente, segundo as necessidades e características de cada instituição. Ela pode ser interna ou externa, dependendo da iniciativa do processo. Além disso, pode ser obrigatória, para se adequar a exigências de órgãos reguladores ou atender a programas de qualidade, ou ser eletiva, da vontade do próprio serviço de saúde.

Uma auditoria em serviços de saúde tende a seguir procedimentos específicos para avaliar a eficiência dos processos de cada instituição. Os valores avaliados são comparados a padrões de referência preestabelecidos. Ou seja, ela pode ser comparada a um diagnóstico médico, em que são coletadas informações para se conhecer a saúde do hospital ou da clínica.

Quais os tipos de auditoria em serviços de saúde?

Conforme os objetivos de uma auditoria, podemos classificá-la em três tipos distintos. Os processos podem até ser os mesmos, mas o que muda é a finalidade, como explicaremos a seguir.

Auditoria preventiva

É a auditoria realizada antecipadamente, analisando a eficiência dos processos antes de algum novo ser colocado em prática. Serve para avaliar a viabilidade e a real necessidade de uma mudança. Também é uma forma de as instituições se prepararem para auditorias externas, se antecipando a possíveis problemas que possam prejudicar o serviço de saúde.

Auditoria analítica

Consiste em um estudo aprofundado dos processos, coletando uma grande quantidade de informações e analisando-as de acordo com um contexto específico. Nessa forma de auditoria, procura-se reconhecer com precisão os problemas e os riscos a que uma instituição de saúde está submetida e quais as oportunidades existentes.

Auditoria operacional

Já a auditoria operacional é mais voltada para o monitoramento de processos e atividades do cotidiano. Assim, analisa desde a qualidade e a eficiência do atendimento aos pacientes até a realização de procedimentos médicos e de tarefas administrativas, como o envio das informações para os planos de saúde.

Qual a importância da auditoria em saúde?

Muitas vezes, a auditoria é uma obrigatoriedade, seja para atender a requisitos legais, seja para se submeter a certificações de qualidade. No entanto, é bom destacar que ela é uma ferramenta essencial para a gestão em saúde, pois, por meio dela, os gestores são capazes de obter informações precisas e mais detalhadas sobre os serviços.

Essas informações podem ajudar a implementar as melhorias necessárias, mantendo a instituição em conformidade com as leis. Entretanto, mais do que isso, é uma forma de garantir a qualidade dos serviços, deixando os usuários cada vez mais satisfeitos.

Em um mercado competitivo, essa qualidade superior é um grande diferencial, principalmente na saúde privada. Manter padrões superiores é uma forma de conquistar e fidelizar pacientes. Além disso, ajuda a evitar desperdícios e a aproveitar melhor os recursos da instituição de saúde, levando a uma maior lucratividade.

Como se preparar para receber uma auditoria?

Agora que você já sabe como funciona e a importância da auditoria em serviços de saúde, é hora de saber como se preparar para ela. Obviamente, isso vai depender da sua instituição. De todo modo, é bom observar as nossas dicas. Confira!

Conheça todas as normas

A primeira coisa a se fazer é estudar todas as normas e regras a que se submete a instituição. Afinal de contas, para estar preparado para uma auditoria, é necessário saber tudo que será avaliado, incluindo os critérios a serem considerados pelo órgão responsável. Também é importante fazer um levantamento de tudo que será avaliado e de quais são os impactos dessa avaliação.

Padronize os processos internos

Em seguida, é hora de mapear, padronizar e otimizar todos os processos e atividades do hospital ou clínica. A partir daí, podem ser realizadas as mudanças necessárias, que tragam otimização na rotina e mais eficiência. É preciso conhecer quais os possíveis erros e falhas e solucioná-los o quanto antes.

Capacite os colaboradores

Além disso, é preciso capacitar todos os colaboradores, pois eles é que serão os responsáveis por garantir que todos os processos sejam seguidos e as regras sejam respeitadas. Assim, depois de passar por uma padronização, é importante realizar treinamentos internos, gerais e específicos de cada setor. Essas mudanças também devem ser testadas para avaliar a performance individual e coletiva, fazendo adequações, caso seja necessário.

Aproveite os resultados para fazer melhorias

Por fim, destacamos a importância de monitorar todos os resultados da auditoria e usar os dados na preparação para as próximas. Ou seja, é uma questão de aprendizado, em que os problemas avaliados devem ser corrigidos e acompanhados até o procedimento seguinte. Dessa forma, pode ser feita uma melhoria contínua, que contribua para a qualidade e para a eficiência dos serviços.

Essas foram apenas algumas dicas de como se preparar para uma auditoria em serviços de saúde. Lembramos que a manutenção dos equipamentos médicos é uma parte fundamental nessa preparação. Por isso, mantenha os laudos sempre em dia, uma vez que as máquinas são essenciais para o bom funcionamento da instituição.

Gostou de saber como se preparar para uma auditoria em serviços de saúde? Quer conferir outras dicas para a gestão do seu hospital ou clínica? Então, leia também 4 dicas para diminuir a glosa hospitalar!

Você também pode gostar

Deixe um comentário