Como funciona a assistência técnica em equipamentos médicos?

Como funciona a assistência técnica em equipamentos médicos
6 minutos para ler
Powered by Rock Convert

Buscar o auxílio da assistência técnica em equipamentos médicos é fundamental para evitar danos à saúde dos pacientes e economizar insumos. Quando os equipamentos hospitalares não funcionam da maneira como deveriam, podem comprometer a saúde das pessoas, causando danos graves e traumáticos. Por isso, é importante contar com o trabalho de assistência feito por pessoas especializadas, que levem a sério o serviço prestado.

Dessa forma, neste post, apresentaremos as principais informações sobre a assistência técnica em equipamentos médicos. Confira!

Como funciona a assistência técnica em equipamentos?

A assistência técnica em equipamentos médicos é um conjunto de serviços de suporte técnico aos clientes para a realização de manutenções preventivas e corretivas em equipamentos e peças, além de também poder fornecer alguns serviços, como calibração, treinamento operacional dos equipamentos e emissão de certificados.

Trata-se de uma prestação de serviço essencial para o setor hospitalar, uma vez que todos os equipamentos médicos precisam de uma manutenção programada, seguindo as orientações à risca e sem “gambiarras” que danifiquem a tecnologia.

Para adquirir esse tipo de serviço, é necessário buscar por empresas que prestam assistência técnica adequada. A falta de mão de obra qualificada e de peças de reposição de qualidade comprometem o funcionamento dos equipamentos e levam a prejuízos com a necessidade de mais serviços de manutenção.

Qual a sua importância?

O trabalho da assistência técnica para a manutenção de equipamentos médicos hospitalares é muito importante para os centros de saúde, uma vez que o mau funcionamento dessas tecnologias pode levar as pessoas à morte. Por exemplo, máquinas de anestesia e respiradores precisam de manutenção preventivas com frequência, pois, se não funcionarem corretamente, vão ocasionar o óbito do paciente.

Além disso, utilizar equipamentos com defeitos pode contribuir para a geração de diagnósticos errados, o que leva a sequelas, lesões e, dependendo do tempo, até a morte. Assim, a manutenção preventiva tem como finalidade evitar o danos ao pacientes. Ela garante que defeitos, erros, falhas e até mesmo problemas futuros sejam prevenidos por meio de medidas de correção implementadas antecipadamente.

Quais equipamentos necessitam manutenção?

Todos os equipamentos médicos precisam de manutenção, assim como qualquer tipo de máquina, como celulares, televisões etc. Por exemplo, a calibração periódica é importante para a aferição de todos os valores está correta.

Da mesma forma, os acessórios precisam ser trocados periodicamente, pois não é difícil encontrar equipamentos com acessórios em mau estado, sendo fundamental seguir o que prescreve o manual do fabricante para não ter problemas.

Além disso, é um grave erro pensar que os serviços de manutenções só devem ser feitos depois que os equipamentos apresentarem algum tipo de defeito. Isso torna necessária a manutenção corretiva, isto é, a máquina parou de funcionar e precisa ser encaminhada para a assistência, o que pode prejudicar o atendimento ao paciente.

Como mencionado antes, a manutenção preventiva é essencial para evitar surpresas desagradáveis e ocorrência de futuros defeitos. Assim, o melhor a fazer é programar, com o suporte técnico de confiança, manutenções periódicas para reduzir ao máximo os prejuízos com a interrupção do funcionamento dos equipamentos hospitalares.

Quanto tempo é necessário para fazer uma inspeção nos equipamentos?

O tempo para fazer uma inspeção nos equipamentos médicos pode variar de acordo com o tipo de aparelho, bem como a sua frequência de utilização, já que cada um tem uma rotina diferente. Equipamentos mais simples, por exemplo, podem ser revistos em uma hora, enquanto os mais complexos podem exigir até um dia de manutenção.

Alguns equipamentos, como o desfibrilador por exemplo, precisam de inspeções, “checklist”, com certa frequência, pois eles estão ligados diretamente a sobrevivência do paciente, sendo que o mau funcionamento vai poderá gerar a morte da pessoa. Assim, a falta de assistência pode ocasionar inúmeros prejuízos, como o aparecimento de uma lesão, gastos desnecessários ou até mesmo a morte.

Levar os equipamentos para a inspeção programada é um grande investimento e uma forma de economizar dinheiro. Por exemplo, um aparelho de anestesia que não esteja bem regulado e aferido pode gastar agentes anestésicos sem necessidade, gerando mais custos ao hospital.

Quem presta esse tipo de assistência?

Podem prestar essa assistência empresas e profissionais qualificados e capacitados para realizar esse tipo de manutenção, sendo necessária a apresentação de formações técnicas específicas e treinamentos contínuos.

Também cabe apontar que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) estabelece normas e regulações que determinam os procedimentos adequados para que a manutenção das máquinas seja feita de maneira correta e segura. É essencial que as empresas atendam as práticas das normas nacionais e internacionais.

Somente o distribuidor autorizado tem ferramentas específicas para fazer o serviço de manutenção. Desse modo, optar por um serviço mais barato que não seja de um distribuidor significa contar com pessoas que não tenham o conhecimento necessário, ferramentas, ou as peças corretas, o que pode acarretar grandes prejuízos para a sua empresa.

Como escolher uma assistência para fazer esse serviço?

Para escolher a melhor assistência para fazer esse tipo de serviço é fundamental procurar saber a história da empresa, analisando qual é o tempo de mercado e experiência com essa prestação de serviço, se ela é idônea e se tem capacitação técnica adequada. Busque instituições que estejam homologadas de acordo com a legislação vigente.

A Dimave é uma distribuidora autorizada que conta com as ferramentas mais modernas para identificar o problema a ser corrigido. Oferecemos também suporte, assistência e manutenção autorizada com garantia de atendimento realizado por profissionais especializados com experiência comprovada.

Neste post, mostramos um pouco a você como funciona a assistência técnica em equipamentos médicos. Vale ressaltar a importância de contar com o suporte técnico para realizar manutenção preventiva e corretiva, calibração etc., de modo que se possa evitar danos à saúde dos pacientes, além de ser uma forma de economizar os recursos da empresa.

E então, gostou da leitura do nosso artigo? Entre em contato conosco agora mesmo e conheça os nossos serviços de assistência técnica. Estamos a mais de 20 anos no mercado oferecendo acessórios de qualidade para equipamentos médicos.

Você também pode gostar

Deixe um comentário