Quais as funções desempenhadas por um diretor técnico?

Quais as funções desempenhadas por um diretor técnico
9 minutos para ler

O bom funcionamento de um hospital depende, em grande parte, dos profissionais que atuam nele. Afinal, supervisionar, orientar e executar todos

A estruturação do universo de trabalho manifesta seus valores, propósitos e princípios que dão origem a um conjunto de condutas éticas e organizacionais que tornaram uma instituição de valor no mercado de saúde.

Para sustentar as regras nas relações de trabalho é indispensável um cronograma hierárquico funcional que ordene os cargos, as funções, suas atribuições e responsabilidades.

O Conselho Federal de Medicina, com a finalidade de assegurar uma maior proteção para os cidadãos, veio por meio da Resolução CFM Nº 2147/2016 regulamentar as responsabilidades, atribuições e direitos dos diretores técnicos, diretores clínicos e chefias que prestam serviços aos ambientes médicos.

O bom funcionamento de um hospital depende, em grande parte, dos profissionais que atuam nele. Em suma, supervisionar, orientar e executar todos os procedimentos com eficiência e de maneira otimizada envolve comprometimento e conhecimento da área. Somente dessa forma o paciente terá atendimento de qualidade e seu bem-estar preservado.

Acompanhe este post e saiba mais sobre algumas das responsabilidades estabelecidas para o cargo de diretor técnico. Confira!

Qual a diferença entre o diretor clínico e o diretor técnico?

O diretor clínico é o profissional de saúde orientado para os detalhes. Ele é responsável por lidar com cada aspecto das operações clínicas pertencentes ao tratamento de um paciente. A função varia dependendo do ambiente de trabalho, mas geralmente inclui a criação e o gerenciamento de agendas com base nas necessidades organizacionais, bem como a supervisão de supervisores clínicos. Esse profissional, lidera uma equipe de saúde em instalações grandes e pequenas, gerencia e orienta seus funcionários para que todos alcancem os objetivos propostos pela organização a qual pertencem, e também para que os pacientes recebam o melhor atendimento possível.

Os diretores clínicos trabalham com equipes de tamanhos variados, dependendo de suas instalações de saúde. Em um grande hospital ou clínica, ele provavelmente será responsável por gerenciar um departamento específico, como enfermagem, cirurgia ou fisioterapia. Em um pequeno consultório médico, é mais provável que os diretores clínicos sejam responsáveis por conduzir toda a instalação.

Já o diretor técnico é o profissional incumbido pelos aspectos formais do exercício da instituição de saúde que representa. Ele é admitido pela direção-geral da instituição e devera assessorá-la em assuntos técnicos sendo o responsável pelo desempenho ético na organização, não apenas diante dos Conselhos Regionais de Medicina, mas também junto a autoridades sanitárias, Ministério Público e Judiciário.

Os diretores técnicos têm como deveres o zelo pela execução das obrigações legais e regulamentares das instituições de saúde que representam, oferecem a garantia de melhores condições de trabalho e os meios necessários para a boa prática médica, inspecionam e comandam todos os setores técnicos conduzidos no estabelecimento, além de verificar a execução das normas validas, devendo, ainda, certificar o funcionamento integral das Comissões de Ética Médica dentro da instituição.

Quais as particularidades do cargo de diretor técnico?

Atribuições

Esse profissional detém o controle dos processos na rotina de um hospital e têm uma grande responsabilidade. Cabe ao diretor técnico monitorar o funcionamento das atividades que envolvem o cuidado aos pacientes, o desempenho dos colaboradores e outras designações.

Além disso, é preciso estar por dentro do regimento interno e zelar para que todas as normas registradas nele sejam cumpridas. Contribuir e assegurar que boas condições de trabalho sejam implementadas e seguidas no local também é uma de suas funções.

Ele deve garantir o fornecimento dos meios e recursos para os profissionais, sendo compatível com a demanda do hospital e com a necessidade do público. Essa supervisão tem como objetivo manter a eficiência e segurança de todos os procedimentos realizados no local, já que é um ambiente em que há a circulação de vários pacientes e funcionários.

Cabe ao diretor técnico proporcionar as condições apropriadas de trabalho e os meios essenciais de uma boa prática médica, cuidando simultaneamente pelo devido desempenho dos princípios éticos e a representação da instituição em suas relações com as autoridades sanitárias e outras.

Qualidades

Algumas qualidades básicas da função de diretor técnico são necessárias para o apropriado exercício do trabalho:

  • o bom-senso é a condição principal para qualquer atividade importante;
  • a qualidade da decisão é necessária sem dúvida;
  • manter a ótima relação com a diretoria clínica, com os membros do corpo clínico e os demais profissionais da instituição;
  • realizar e fazer executar as diretrizes propostas pela área administrativa da instituição;
  • comunicar a direção administrativa da organização acerca de irregularidades que se confrontem com a boa ordem e disciplinas hospitalares, de forma a conservar o seu apropriado funcionamento.

Conhecimentos legais

O diretor técnico deve deter os conhecimentos do regimento interno do hospital e, sempre que necessário, transmitir quais são os aspectos relevantes dele aos outros colaboradores. Os profissionais que atuam nessa área também devem conhecer as questões legais envolvendo a organização do ambiente e demais pontos.

Isso é fundamental para que todas as questões referentes a uma instituição médica sejam cumpridas, já que elas são fiscalizadas pelo Ministério Público, Conselho de Medicina e outras autoridades. Portanto, é função desse colaborador ter controle sobre o cumprimento de todas as normas impostas por órgãos superiores e dos acordos internos, que estão associados somente ao hospital.

Compreensão dos equipamentos médicos

Uma das responsabilidades do diretor técnico é conhecer os equipamentos utilizados no atendimento hospitalar. Dessa forma, ele consegue identificar se há algum problema no uso desses itens e realizar a supervisão do funcionamento de maneira mais eficiente. Também é possível orientar e fornecer instruções aos demais funcionários sobre o uso desses produtos na rotina de trabalho.

A função de um diretor técnico é muito importante para a administração dos processos hospitalares, já que esse profissional atua a favor do ambiente de trabalho, conhecendo e impulsionando o bom funcionamento dos procedimentos.

Vimos que ele deve estimular os funcionários, conhecer os regimentos internos com o objetivo de assegurar o cumprimento das normas e assim por diante. O papel desse colaborador é essencial para garantir a segurança e o atendimento de qualidade aos pacientes.

Nesse contexto, o papel do diretor técnico é essencial, já que esse colaborador presta assessoria e assegura o cumprimento de todas as normas e condições necessárias para o trabalho. Esse colaborador exerce sua profissão em prol do funcionamento da instituição, administrando alguns processos hospitalares.

Gostou das informações sobre esse importante profissional atuante em instituições de saúde? Então, que tal compartilhar este post em suas redes sociais e ajudar mais pessoas a conhecerem essa função de gestão!

os procedimentos com eficiência e de maneira otimizada envolve comprometimento e conhecimento da área. Somente dessa forma o paciente terá atendimento de qualidade e seu bem-estar preservado.

Nesse contexto, o papel do diretor técnico é essencial, já que esse colaborador presta assessoria e assegura o cumprimento de todas as normas e condições necessárias para o trabalho. Esse colaborador exerce sua profissão como médico, mas também atua em prol do funcionamento da instituição, administrando alguns processos hospitalares.

Se você tem interesse em conhecer melhor as características da função, continue a leitura deste post e saiba quais são as principais atividades desempenhadas por um diretor técnico!

Supervisiona o funcionamento do hospital

Ter o controle de processos na rotina de um hospital é uma responsabilidade de grande importância. Cabe ao diretor técnico monitorar o funcionamento das atividades que envolvem o cuidado aos pacientes, o desempenho dos colaboradores e vários outros objetivos.

Além disso, é preciso estar por dentro do regimento interno e zelar para que todas as normas registradas nele sejam cumpridas. Contribuir e assegurar que boas condições de trabalho sejam implementadas e seguidas no local também é uma das funções do diretor técnico.

Além disso, ele deve garantir o fornecimento dos meios e recursos para os profissionais, sendo compatível com a demanda do hospital e com a necessidade do público. Essa supervisão tem como objetivo manter a eficiência e segurança de todos os procedimentos realizados no local, já que é um ambiente em que há a circulação de vários pacientes e funcionários.

Tem conhecimento de questões legais

Como citado acima, o diretor técnico tem conhecimento do regimento interno do hospital e, sempre que necessário precisa transmitir quais são os aspectos relevantes dele aos outros colaboradores. Os profissionais que atuam nessa área também precisam conhecer as questões legais envolvendo a organização do ambiente e demais pontos.

Isso é fundamental para que todas as questões referentes a uma instituição médica sejam cumpridas, já que elas são fiscalizadas pelo Ministério Público, Conselho de Medicina e outras autoridades. Portanto, é função desse colaborador ter controle sobre o cumprimento de todas as normas impostas por órgãos superiores e dos acordos internos, que estão associados somente ao hospital.

Compreende o funcionamento de equipamentos médicos

Uma das responsabilidades do diretor técnico é conhecer os equipamentos utilizados no atendimento hospitalar. Dessa forma, ele consegue identificar se há algum problema no uso desses itens e realizar a supervisão do funcionamento de maneira mais eficiente. Também é possível orientar e fornecer instruções aos demais funcionários sobre o uso desses produtos na rotina de trabalho.

A função de um diretor técnico é muito importante para a administração dos processos hospitalares, já que esse profissional atua a favor do ambiente de trabalho, conhecendo e impulsionando o bom funcionamento dos procedimentos.

Vimos que ele deve estimular os funcionários, conhecer os regimentos internos com o objetivo de assegurar o cumprimento das normas e assim por diante. O papel desse colaborador é essencial para garantir a segurança e o atendimento de qualidade aos pacientes.

O que você achou da leitura? Sabe de mais alguma informação sobre esse assunto? Então, deixe seu comentário abaixo e compartilhe sua opinião conosco e com os demais leitores!

Você também pode gostar

Deixe um comentário