Confira quais são os principais equipamentos para exames de imagem

Confira quais são os principais equipamentos para exames de imagem
9 minutos para ler

Os equipamentos para exame de imagem são importantes aliados quando o assunto é a análise das estruturas internas do corpo e o diagnóstico eficiente de doenças. Esses aparelhos modernos têm a capacidade de fornecer uma visão mais detalhada sobre as partes do organismo e indicar, com maior precisão e nitidez, os padrões dos tecidos e eventuais irregularidades.

De acordo com o histórico clínico, o médico especialista identifica qual é a opção mais adequada e, a partir do resultado, consegue prescrever o melhor tratamento. Na área de saúde, encontramos várias modalidades de diagnóstico por imagem que aumentam a eficiência do atendimento ao público, como raios-X, tomografia computadorizada e mamografia.

Quer saber mais sobre o assunto? Se você tem interesse em otimizar a sua clínica, deveria conhecer mais sobre os principais equipamentos para exames de imagem, este artigo foi feito para você. Acompanhe a leitura!

Para que servem os exames de imagem?

Os exames de imagem têm o objetivo de visualizar e estudar as estruturas internas do corpo humano. A partir daí, o médico consegue identificar padrões e detectar a existência de eventuais problemas e anormalidades.

O procedimento pode obter imagens estáticas ou em movimento, ajudando a conhecer a situação das partes internas e permitindo ao médico recomendar o melhor tratamento para o paciente.

É possível identificar fraturas, pneumonias e tuberculose por meio das radiografias. Por sua vez, as doenças do coração são mais bem avaliadas por meio de aparelhos de ressonância magnética, por exemplo.

Quais são as modalidades de diagnóstico por imagem?

Conhecer as diferentes modalidades de diagnóstico por imagem é importante para entender a função de cada exame e o impacto que ele tem na hora de fornecer um diagnóstico. Por isso, selecionamos alguns deles para você entender um pouco mais sobre o assunto!

Raios-X

Os raios-X é uma modalidade amplamente utilizada na área médica e, em grande parte dos casos, eles são solicitados para identificar possíveis problemas na estrutura óssea, abdômen e tórax. É um exame que tem evoluído ao longo dos anos e é conhecido pela rapidez dos resultados e, também, por ter equipamentos com custo mais barato, ou seja, é mais acessível tanto para o paciente quanto para as clínicas, consultórios e hospitais.

Nesse equipamento é utilizada a radiação ionizante, e é por meio disso que é possível captar com precisão as imagens.

Tomografia computadorizada

Outra modalidade é a tomografia computadorizada, que também utiliza a radiação ionizante para captar imagens com alta resolução. Quando emitidos, os rios-x conseguem trazer imagens com cortes extremamente finos das estruturas internas que estão sendo avaliadas. Isso graças ao software realiza o processamento e gera uma visualização do local em vários ângulos, planos ou dimensões, facilitando o diagnóstico feito pelo médico.

As imagens são precisas e de alta qualidade. Além disso, o resultado também é rápido e o valor costuma ser mais acessível quando comparado à ressonância magnética. O exame pode ser útil para diversos objetivos, como identificar traumas, tumores e infecções.

Ressonância magnética

Ao contrário das modalidades citadas acima, (como do raios-X e tomografia), a ressonância magnética não faz uso de radiação ionizante. A ressonância magnética funciona como uma espécie de “imã gigante”. O equipamento cria um extenso campo magnético que tem o poder de detectar as moléculas de hidrogênio e água localizadas nos tecidos do corpo humano.

Assim, é necessário um conjunto de magnetismo e radiofrequência para que o resultado do exame atinja o objetivo. Mesmo sem a radiação ionizante, é possível ter uma boa resolução das imagens, sendo recomendada para detectar diversas doenças, como é o caso de tumor cerebral, esclerose múltipla, lesões osteomusculares e assim por diante.

O exame gera imagens detalhistas e com uma alta resolução de várias estruturas orgânicas, como ossos, músculos, órgãos, tecidos, articulações, vasos sanguíneos, artérias etc. Tudo isso proporciona aos médicos um estudo completo sobre o estado dos tecidos do organismo do paciente. Além de criar, o aparelho digitaliza, registra e armazena os arquivos em ambientes online e totalmente digitais, geralmente gerenciados por empresas ligadas à área da telemedicina.

Densitometria óssea

Nesse exame, é feita a análise completa para quantificar a densidade óssea do paciente e verificar se houve perda. O exame é feito por meio do densitômetro ósseo, um aparelho que emite raios-x e tem a capacidade de mensurar o nível de densidade mineral óssea presente nos tecidos do paciente.

Assim, é possível verificar se o paciente está sofrendo com perda gradativa de massa óssea. É bastante utilizado principalmente com o objetivo de avaliar o risco de fraturas e detectar doenças como a osteoporose, a osteopenia e outros problemas semelhantes.

É indicado para mulheres acima dos 65 anos e, também, para os homens acima dos 70. Contudo, o procedimento pode ser realizado em pacientes que não se enquadram nessa faixa etária, mas que tenham recomendação médica para serem submetidos ao exame.

Mamografia

mamografia avalia a anatomia do tecido mamário e alterações na região. O exame também usa raios-X, mas é diferente do modelo convencional, pois é usado o molibdênio para captar as imagens.

Dessa forma, o aparelho indica se há a presença de nódulos ou cistos na mama com precisão, já que o exame tem uma alta qualidade no resultado.

É um procedimento fundamental para o diagnóstico de câncer de mama e é amplamente divulgado em campanhas de apoio e de prevenção da doença.

Ultrassonografia

ultrassonografia é um exame de imagem diagnóstico que consegue ter acesso, em tempo real, aos órgãos e tecidos do corpo humano. O aparelho utilizado para o exame emite ondas sonoras de alta frequência (chamadas de ultrassom) com o objetivo de visualizar as partes internas, principalmente os órgãos considerados como ocos por dentro, é o caso da bexiga e do estômago.

O aparelho de ultrassom não usa radiação ionizante e não faz nenhum mal ao corpo humano. Por sua vez, a tomografia computadorizada usa a radiação e efetua o contraste iodado para obter as imagens de alta definição, por isso, requer cuidados específicos, como o uso de vestimentas e equipamentos de proteção.

De qualquer forma, o exame é considerado seguro e não tem o potencial de causar prejuízos para a saúde dos pacientes. Isso é essencial, pois ele é usado para exames de ultrassonografia obstétrica é para avaliar a saúde e a posição do feto durante a gestação.

Quais os principais equipamentos para exames de imagem?

Os equipamentos utilizados em exames de imagem são essenciais para um resultado preciso e, por isso, é importante entender como eles funcionam e o que analisar ao adquirir esses itens. Conheça quais são os principais utilizados na área da saúde!

Aparelho de raios-X

É o mais utilizado por causa de sua facilidade e rapidez em detectar alterações em várias regiões do corpo. Além de ter um custo acessível, o aparelho também não é invasivo para o paciente, e o exame pode ser feito em poucos minutos.

O aparelho foca a região do corpo em que será realizado o exame e produz a radiação que capta as imagens. Existem alguns tipos de raios-X, sendo eles convencional, digital, com fluoroscopia e móvel.

Mamógrafo

Os mamógrafos são uma tecnologia que também utiliza a radiação para que os médicos consigam visualizar com precisão a estrutura mamária. Hoje, encontramos o equipamento analógico e digital, sendo que, com o avanço da tecnologia, a segunda opção tem sido cada vez mais implementada. Assim, é possível verificar até mesmo as pequenas alterações no tecido, o que gera mais eficácia no resultado.

Quando comparado aos raios-X, o mamógrafo emite uma quantidade menor de radiação ionizante, diminuindo a exposição de pacientes e de colaboradores.

Equipamento de ultrassom

Os equipamentos de ultrassonografia têm alta tecnologia e funcionam de forma diferenciada dos outros aparelhos já citados. Eles não emitem radiação, mas sim ondas sonoras, o que torna o exame bastante seguro aos pacientes e aos profissionais da saúde.

Além disso, esses aparelhos costumam ter uma manutenção de baixo custo e são indicados para detectar diversas doenças e alterações no organismo.

Por que contar com equipamentos de qualidade?

Contar com equipamentos de qualidade tem grande importância para que os processos da clínica sejam seguros ao paciente e transmitam credibilidade. Quando o estabelecimento busca seguir todas as normas estabelecidas para uso e manutenção de aparelhos de imagem, o risco de ocorrer algum problema durante o exame é mínimo.

Nesse cenário, é válido buscar empresas especializadas que ofereçam equipamentos de alta tecnologia e que sigam os critérios de segurança.

Outro motivo pelo qual é importante ter aparelhos de qualidade é a veracidade dos resultados, já que, quanto maior a eficiência e precisão, melhor será o diagnóstico fornecido ao paciente, o que também se torna um ponto positivo para sua clínica. Além disso, avalie se o fabricante tem pronta resposta e consegue atender você de maneira rápida, pois isso afeta a produtividade do local.

Os equipamentos para exame de imagem têm um papel importante no diagnóstico de várias doenças e ajudam a entender detalhes do quadro clínico do paciente. Procedimentos como mamografia, ressonância magnética e raios-X são alternativas que podem ser solicitadas pelo médico especialista de acordo com a necessidade de cada situação. Portanto, diante da importância desses equipamentos, é essencial que as clínicas busquem adquirir itens que ofereçam qualidade e segurança para todos os envolvidos.

Quer investir em aparelhos modernos e de alta tecnologia? Então, você deveria conhecer as nossas soluções! Entre em contato com a Dimave e converse com a nossa equipe sobre os equipamentos mais indicados para garantir a eficiência em exames realizados na clínica!

Você também pode gostar

Deixe um comentário