Gestão da qualidade em saúde: qual a importância e como fazer?

gestão da qualidade em saúde
4 minutos para ler

Existem cuidados que garantem o sucesso de uma clínica, e a gestão da qualidade em saúde está no topo dessa lista, sabia? A partir do conceito de “gestão de qualidade”, ela traz para o ramo da saúde os objetivos de propor ações para melhorar a qualidade do serviço oferecido e torná-lo cada vez mais adaptado às necessidades do público-alvo.

Embora seja um conceito simples, a gestão de qualidade é capaz de elevar os padrões de excelência de uma clínica. Então, se você trabalha na gestão de uma instituição de saúde, este post é para você. A seguir, entenda mais detalhes sobre como funciona e de que forma esse tipo de gestão pode ser aplicado. Boa leitura!

Entenda o que é gestão da qualidade em saúde

Vimos que a gestão de qualidade em saúde está diretamente ligada à gestão no ambiente corporativo, afinal, é papel de qualquer gestor garantir a qualidade dos serviços oferecidos ao público da instituição. Quando aplicada à saúde, essa prática ganha algumas atribuições específicas, relacionadas à garantia do bem-estar ao paciente.

Portanto, podemos definir a gestão da qualidade em saúde como o conjunto de serviços que visam assegurar a melhor experiência do paciente, desde a prevenção contra doenças à recuperação, ao tratamento e à promoção da saúde como um todo.

Por que é importante? Uma eficiente gestão de qualidade em saúde permite que a instituição crie condições favoráveis à satisfação do paciente, pois as suas necessidades são atendidas integralmente pelos serviços. Isso também melhora a credibilidade da clínica e propicia um ambiente de trabalho agradável aos profissionais de saúde.

Veja dicas para melhorar a gestão da qualidade em saúde

Veja alguns exemplos de como aplicar a gestão de qualidade.

Faça um planejamento preciso

O que é prioridade dentro da sua organização? O planejamento é o ponto de partida para conseguir chegar a bons resultados. Considere, por exemplo, as padronizações sanitárias da certificação ISO (International Organization for Standardization). Se a meta é ter um ambiente de excelência, é importante definir exatamente o plano para chegar a esse objetivo.

Conheça as demandas

Qual é o funcionamento exato da sua instituição? São realizadas auditorias frequentes? Há uma lista de demandas claras do dia a dia e a longo prazo? A agenda só será cumprida se houver caminhos claros. Um sistema integrado dentro dos atendimentos, por exemplo, contribui muito para facilitar a rotina. Esse é um exemplo de como compreender melhor as demandas internas.

Padronize as tarefas

Especialmente dentro de um ambiente hospitalar, a padronização é chave. Ainda que um enfermeiro consiga atuar em várias frentes, será mais efetivo tendo uma especialização ou tarefa pré-determinada. A padronização contribui para facilitar os processos e conter eventuais erros. Fica muito mais fácil compreender e corrigir falhas rapidamente tendo protocolos bem definidos.

Adote as ferramentas certas

Dentro da padronização, vale considerar também a automação de alguns processos. Contar com as ferramentas certas é uma das respostas para ter melhores resultados, pois um simples software pode fazer muita diferença.

Adotar inovações tecnológicas ou atualizar as existentes favorece o andamento interno. Até mesmo para o funcionamento dos equipamentos, as ferramentas adequadas fazem diferença.

Saiba a importância de investir em bons equipamentos

Um bom hospital ou clínica precisa ter os melhores e mais eficientes equipamentos médicos. O foco nem precisa ser equipamentos de ponta, mas é essencial considerar as melhores opções do mercado.

Convém considerar sempre o custo benefício. Muita gente foca no preço e esquece da qualidade. Um equipamento médico parado sempre será um grande problema. Então se trata de uma prioridade.

Como vimos, a gestão da qualidade em saúde pode ser aplicada de forma concreta em ações simples, capazes de garantir excelentes resultados para uma clínica. Portanto, tome como ponto de partida as dicas apresentadas neste artigo para melhorar a qualidade dos seus serviços.

Gostou das dicas? Aproveite para compartilhar o conteúdo nas suas redes sociais! Assim, você pode conversar com mais pessoas sobre como aplicar uma gestão de qualidade.

Você também pode gostar

Deixe um comentário