Higienização de equipamentos: confira a importância dessa etapa

Higienização de equipamentos confira a importância dessa etapa
4 minutos para ler

A limpeza em um ambiente clínico ou hospitalar é indispensável, pois possibilita que todos os procedimentos sejam realizados com sucesso e, principalmente, evita danos à saúde dos pacientes e profissionais. A prática também impede que micro-organismos se instalem nos itens utilizados na rotina médica, impactando o bem-estar das pessoas que utilizam o local.

Muitas delas já estão com a saúde fraca ou com algum problema que facilite os processos infecciosos, por exemplo. Por isso, é fundamental ficar atento às medidas necessárias para a higienização de equipamentos e entender como elas podem ser implementadas em seu estabelecimento.

Selecionamos informações relevantes sobre esse assunto para você compreender melhor os benefícios de se preocupar com a limpeza dos itens e, também, como é possível fazer isso. Aproveite a leitura!

Como funciona a higienização de equipamentos?

A higienização tem o objetivo de impedir que doenças e infecções sejam transmitidas no ambiente hospitalar, colocando em risco tanto a saúde dos profissionais atuantes quanto a de pacientes e visitantes.

Para garantir a higienização de equipamentos em clínicas e hospitais, é essencial determinar uma frequência, sendo que, dessa forma, os profissionais saberão qual o intervalo compatível entre a limpeza dos itens. Ter isso alinhado às necessidades do local contribui para que nenhum aspecto fique de fora do planejamento.

Quais são os benefícios da higienização de equipamentos?

Os benefícios em adotar uma rotina de higienização são vários, já que, além de impactar a limpeza do local e a saúde daqueles que circulam pelo ambiente, o estabelecimento será reconhecido no mercado de maneira positiva. Pensando nas vantagens de implementar ações para higienizar equipamentos médicos, selecionamos alguns motivos para você também fazer isso em seu hospital ou clínica. Confira!

Minimização de riscos à saúde

Não é raro escutarmos relatos e casos nas mídias sobre a transmissão de infecções que ocorreram dentro do ambiente hospitalar. Com isso, várias pessoas são infectadas ou adquirem algum problema devido à exposição em uma área médica.

Então, quando o hospital prioriza a limpeza e a higienização desses equipamentos médicos, os riscos envolvendo a saúde de pacientes e das demais pessoas diminuem. O uso de itens devidamente esterilizados e limpos impacta no sucesso de procedimentos, e as situações negativas relacionadas à transmissão de doenças são reduzidas.

Aumento da credibilidade

Como o assunto é saúde, as pessoas lidam com maior cautela quando escolhem um hospital ou clínica para realizar procedimentos ou cuidar de seu bem-estar.

Assim, um dos critérios avaliados por pacientes é a limpeza e higiene do local, já que isso impacta diretamente na qualidade do atendimento e na eficiência dos procedimentos.

Além disso, a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) determina quais são os cuidados relacionados à limpeza dos equipamentos de acordo com o seu uso e classificação. Então, as clínicas e os hospitais que seguem esses critérios e estão em conformidade com a legislação transmitem maior credibilidade.

Como fazer a higienização de equipamentos médicos?

A higienização ou assepsia de equipamentos hospitalares, como vimos, é uma etapa importante para qualquer estabelecimento que ofereça tratamentos e procedimentos associados à saúde.

Logo, existem três fases que são relevantes e ajudam a construir um ambiente seguro para os pacientes: limpeza, desinfecção e esterilização.

Quando falamos em limpeza, estamos nos referindo à remoção de todas as impurezas visíveis no aparelho, sendo que é importante considerar o método mais adequado para cada modelo e seguir as recomendações do fabricante.

A desinfecção elimina os micro-organismos que fazem mal à saúde humana e que podem infectar o ambiente hospitalar. Por fim, o processo de esterilização é um complemento e funciona como uma certificação de que todas as bactérias foram eliminadas de vez e que não causarão prejuízos para as pessoas.

Como comentamos ao longo do post, a higienização de equipamentos é fundamental para melhorar o bem-estar e, principalmente, para minimizar os riscos aos pacientes. O auxílio de uma empresa especializada também é uma forma de aumentar a eficiência e a limpeza dos aparelhos, o que garante um desempenho positivo para seu estabelecimento.

O nosso post foi útil? Para aprofundar seus conhecimentos, leia também sobre a importância de calibrar equipamentos médicos para garantir a qualidade do atendimento em seu hospital!

Você também pode gostar

Deixe um comentário