Oxímetro e termômetro de temperatura na prevenção do coronavírus: entenda!

Oxímetro e termômetro de temperatura na prevenção do coronavírus
6 minutos para ler

A chegada do novo coronavírus (Sars-CoV-2) fez com que médicos e pacientes adaptassem a rotina à nova realidade do isolamento social. Nesse sentido, a utilização de equipamentos adequados para facilitar o processo de diagnóstico ganhou força nos últimos meses.

Um dos maiores desafios para conter a propagação do vírus é o retorno de pacientes aos hospitais. Segundo pesquisa feita pela Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos, 8,6% das pessoas que apresentam baixa oxigenação no sangue, ou febre, na primeira ida ao hospital, voltam com quadros de agravamento da doença.

Por isso é recomendável o uso de aparelhos, como o oxímetro e o termômetro de temperatura, na identificação precoce dos sintomas, e é sobre eles que falaremos a seguir. Acompanhe a leitura e veja como esses produtos podem ajudar durante a pandemia.

Quais os benefícios do monitoramento a distância?

De acordo com as orientações da OMS (Organização Mundial da Saúde), apenas pessoas com indicativos de casos graves da Covid-19 devem procurar unidades de saúde. Nesse contexto, os atendimentos a distância tornaram-se importantes aliados dos profissionais da área para o acompanhamento seguro e contínuo de seus pacientes.

Da mesma forma, os aparelhos médicos próprios para detectar com antecedência os possíveis sintomas da Covid-19 permitem que os pacientes tenham maior autonomia para controlar os sinais da doença, mantendo o isolamento social recomendado pelas autoridades de saúde.

De que forma o oxímetro ajuda a controlar os sintomas de Covid-19?

O oxímetro é um equipamento portátil, utilizado na medição dos sinais vitais de uma pessoa. Sua função é verificar a saturação do oxigênio no sangue, além de medir o ritmo dos batimentos cardíacos. Dessa forma, é possível checar o bom funcionamento — ou não — do organismo, e detectar antecipadamente possíveis problemas respiratórios, inclusive os associados à Covid-19.

Uma vez conectado ao dedo da pessoa, o dispositivo usa feixes de luz para conferir a quantidade de oxigênio transportado pela hemoglobina. Seu método preciso e não invasivo representa uma facilidade para aqueles que foram diagnosticados com Covid-19, ou que simplesmente desejam monitorar os sintomas, sem a necessidade de ir ao hospital.

Qual a relação entre o coronavírus e a oxigenação do sangue?

Um dos principais — e mais temidos — sintomas da doença é a falta de ar, causada pelo déficit de oxigenação no sangue e responsável pela maioria das internações em UTIs. No entanto, essa diminuição nos níveis de oxigênio pode, muitas vezes, acontecer de forma assintomática, indicando quadro de hipóxia silenciosa, geralmente entre o quinto e o nono dia após a infecção.

Quando medida em pessoas saudáveis, a saturação do oxigênio fica entre 95% e 100%. Em casos de pacientes graves da Covid-19, esse valor pode variar entre 70% e 80%. Por isso, há essa importância de detectar o problema com antecedência em pessoas que apresentem os sintomas e possam evoluir para situações mais críticas.

Quando adquirir um oxímetro?

Ainda que o aparelho funcione como uma ótima ferramenta para diagnósticos em casos de pessoas assintomáticas, os profissionais da saúde recomendam que apenas pessoas que testaram positivo para o coronavírus, ou que apresentaram os principais sintomas da doença — febre alta, tosse seca e cansaço —, utilizem o oxímetro em casa.

Isso porque uma leitura malfeita dos resultados pode levar indivíduos saudáveis a se deslocarem até o hospital, aumentando, assim, as chances de contaminação nesse tipo de local.

Pessoas que sofrem de doenças crônicas, como hipertensão, diabetes, cardiopatias e doenças respiratórias, também devem fazer o monitoramento da saturação do oxigênio no sangue por meio do equipamento.

Qual o papel do termômetro na detecção de sintomas da Covid-19?

Já vimos a importância de acompanhar os níveis de oxigênio no sangue, mesmo que a falta de ar não seja percebida pelo paciente. Porém, esse não é o único sintoma a ser observado. A febre continua sendo um dos principais sinais de possível contaminação pelo coronavírus, segundo atualização da OMS .

Ainda que o uso do termômetro de temperatura não funcione como medida preventiva — uma vez que pessoas assintomáticas podem transmitir o vírus —, o simples fato de poder detectar a febre em pessoas que estejam circulando em lugares públicos faz do aparelho uma ferramenta complementar na identificação dos sintomas e na contenção da transmissão em massa.

Quais as vantagens de utilizar os termômetros digitais infravermelhos?

Os equipamentos utilizados para triagem de pessoas nos centros comerciais e empresariais baseiam-se em um sensor capaz de captar a radiação infravermelha emitida pelo calor do corpo, quando direcionados para a testa do indivíduo. A vantagem desse tipo de dispositivo é a distância segura mantida entre as pessoas durante a medição, uma vez que não há necessidade de contato com a pele.

O uso dos termômetros digitais infravermelhos é simples e intuitivo. Em questão de segundos, a temperatura aparece na tela. Alguns modelos oferecem um sistema de cores para alertar se há ou não estado febril, o que ajuda a interpretar melhor os resultados.

Por que contar com a DIMAVE durante a pandemia?

Nos últimos meses, a busca por aparelhos médicos que auxiliam no monitoramento dos sintomas disparou. Porém, o excesso de informação e oferta no mercado pode gerar dúvidas nas pessoas sobre como escolher os melhores produtos.

Por isso, esteja atento a alguns critérios importantes antes de adquiri-los. Em primeiro lugar, verifique o registro dos equipamentos na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Em seguida, lembre-se de seguir a orientação médica para o manuseio seguro dos aparelhos. Por fim, procure informar-se sobre empresas fornecedoras que sejam referências no mercado.

Na DIMAVE, todos os materiais utilizados na produção das linhas de acessórios médicos são rigorosamente testados, garantindo a maior durabilidade dos equipamentos. A empresa oferece o melhor custo-benefício e rapidez no envio, além da garantia e da manutenção necessárias.

Ficou mais fácil entender como o oxímetro e o termômetro de temperatura ajudam a diagnosticar casos de infecção pelo coronavírus? Por ser uma doença nova, que desafia diariamente médicos e profissionais da saúde, é fundamental que as pessoas façam a sua parte, acompanhando os sinais de problemas e colaborando ativamente para o seu tratamento.

Agora, aproveite para entrar em contato com a nossa equipe e conheça os diferenciais de nossos produtos em relação à qualidade e ao melhor custo-benefício para você!

Você também pode gostar

Deixe um comentário