Entenda qual a função do monitor cardíaco

Entenda qual a função do monitor cardíaco
4 minutos para ler

Existem equipamentos capazes de ajudar na qualidade de vida além dos limites de um hospital. Ainda que você não entenda exatamente qual a função do monitor cardíaco, trata-se de um bom exemplo. Você já teve contato com algum?

Chamado também de frequencímetro, o monitor serve basicamente para acompanhar os batimentos cardíacos. Sua utilização é útil tanto em tratamentos médicos quanto em atividades físicas.

E é sobre a funcionalidade desse aparelho que vamos falar neste artigo. Boa leitura!

O monitor cardíaco acompanha o ritmo cardíaco em tempo real

Em uma clínica ou hospital, ter um monitor cardíaco multiparamétrico é absolutamente comum. Por meio de seus dados, é possível determinar se o paciente está passando por algum tipo de aceleração ou desaceleração cardíaca. Essa informação é indispensável para compreender a situação do paciente.

O coração é responsável por bombear o sangue através dos vasos, levando oxigênio e nutrientes a todo corpo. Se houver alguma alteração significativa, todo o organismo vai sofrer.

A questão é que essa informação não é válida apenas como tratamento. Acompanhar a frequência cardíaca é eficiente também durante a atividade física. Foi assim que o monitor cardíaco acabou ganhando uma espécie de versão esportiva.

O uso de monitores contribui para um maior controle do que se passa no organismo

Enquanto você faz um exercício, sua musculatura demanda uma necessidade extra de oxigênio. Isso faz com que o coração trabalhe mais. Essa sobrecarga pode ser saudável, desde que o ritmo cardíaco seja mantido dentro de um limite aceitável. O monitor cardíaco ajuda, então, no controle e no conhecimento desses batimentos.

Para pessoas que não tenham condições cardíacas prévias, a intensidade da atividade física não deve ultrapassar 85% da frequência cardíaca máxima (FCM). Esse valor é calculado diminuindo a sua idade do número 220. Logo, se você tem 36 anos, sua FCM é de 184 batimentos por minuto.

O monitor cardíaco vai demonstrar se o ritmo cardíaco permanece estável ou há algum risco de infarto, por exemplo. O ideal, porém, é sempre consultar um médico antes de iniciar uma atividade física. Assim, será mais fácil controlar a intensidade saudável para seu organismo.

A tecnologia transformou o monitor cardíaco em item essencial para quem faz atividade física

Um atleta mais experiente consegue ter noção de seus batimentos cardíacos pelo pulso. Para iniciantes ou amadores, nem sempre é assim tão fácil. Com a tecnologia, porém, foram criadores monitores eficientes para ajudar nessa tarefa.

Os modelos ofertados no mercado são variados. Os mais comuns incluem uma cinta a ser posicionada na altura do coração. Os registros são apresentados em uma espécie de relógio. Há ainda aparelhos que também são semelhantes a um relógio e monitoram os batimentos por meio do pulso. Em ambos os casos, é importante ficar de olho para que a FCM não seja excedida. E se for, é indispensável procurar ajuda médica.

Em resumo, quando você sabe qual a função do monitor cardíaco, fica mais fácil entender como estão seus batimentos cardíacos. Seja durante um tratamento, seja durante uma atividade física, o ritmo do coração é uma informação importante para determinar a saúde do seu organismo.

E se você gosta de ficar atento a todo o funcionamento do seu corpo, aproveite para ler também nosso artigo sobre as diferenças entre a pressão arterial invasiva e não invasiva! Trata-se de outra forma essencial de acompanhar sua saúde cardiovascular.

Você também pode gostar

Deixe um comentário