Saúde 4.0: entenda o que muda na forma de atendimento ao paciente

Saúde 4.0 entenda o que muda na forma de atendimento ao paciente
3 minutos para ler

O conceito de saúde 4.0 tem sido pauta de vários eventos sobre medicina e feito parte do dia a dia de profissionais da área. Por meio da tecnologia, é possível executar diversas funcionalidades para otimizar o atendimento e melhorar a qualidade e rapidez de processos.

No entanto, alguns ainda têm dúvidas sobre a usabilidade de recursos tecnológicos na saúde e quais são seus benefícios.

Pensando nisso, selecionamos informações relevantes sobre o assunto, com ferramentas e ideias que podem ser aplicadas em sua clínica. Boa leitura!

Big data

O big data está diretamente relacionado ao grande volume de dados produzidos por usuários. Essas informações são úteis para empresas, pois auxiliam na tomada de decisão e ajudam a criar estratégias personalizadas para o público.

Da mesma forma, quando você utiliza o recurso em sua clínica, é possível promover um atendimento mais humanizado, pensando nas necessidades de cada paciente. Por isso, é uma opção para coletar informações sobre o público que sejam relevantes para realizar mudanças ou colocar em prática ações que agradem aos pacientes.

Armazenamento na nuvem

Hoje, é possível armazenar uma série de dados na nuvem e a área da saúde também pode se beneficiar disso. Por exemplo, se um médico precisa acessar algum dado, histórico, prontuário ou qualquer outro documento da clínica, ele pode visualizar o arquivo de qualquer lugar por meio do armazenamento em nuvem.

Para fazer isso, basta ter em mãos um dispositivo conectado à internet. Dessa forma, em pouco tempo e em qualquer lugar ele conseguirá acessar o dado de que precisa.

Além disso, o paciente também se beneficia, podendo consultar prontuários independentemente do local. Assim, o armazenamento em nuvem ajuda na realização de procedimento e no contato com profissionais mesmo a distância.

Digitalização de dados

Outro aspecto é a digitalização de dados, que melhora o andamento de processos internos e contribui para um atendimento mais ágil. Os prontuários eletrônicos, por exemplo, são uma ferramenta que desempenha um importante papel no suporte ao paciente, já que eles facilitam o acesso aos dados e reúnem todas as informações necessárias em um só lugar.

Assim, várias vantagens podem ser observadas, como aumento da produtividade, satisfação do paciente em relação à assistência prestada, mais organização e assim por diante.

Portanto, a digitalização de dados oferece diferentes benefícios e pode ser utilizada para várias áreas da clínica ou hospital. Exames, receitas, internações e outros procedimentos podem ser armazenados de maneira digital e, com isso, otimizar a rotina de trabalho.

A saúde 4.0 é um conceito que promete fazer parte cada vez mais do dia a dia de profissionais do setor médico. Sua aplicação em clínicas e hospitais é vasta e visa aumentar a produtividade dos colaboradores, além de oferecer um atendimento que atenda as expectativas dos pacientes. Avaliar tecnologias eficientes para a rotina de sua clínica e observe como elas podem ser implementadas.

Gostou do que trouxemos sobre saúde 4.0? Então, compartilhe este post em suas redes sociais para que outros também tenham acesso ao tema!

Você também pode gostar

Deixe um comentário