Suporte técnico de produtos hospitalares: como funciona e quais os benefícios?

Suporte técnico de produtos hospitalares como funciona e quais os benefícios
6 minutos para ler
Powered by Rock Convert

Uma equipe qualificada é essencial para o funcionamento de um hospital. No entanto, é o suporte técnico de produtos hospitalares que dará condições para que esses profissionais possam fazer o seu melhor. A estrutura precisa ser mantida adequadamente para que os resultados apareçam.

A estrutura organizacional de uma clínica ou instituição médica funciona como qualquer empresa. A questão é que um aparelho ou material que seja mal manuseado ou cuidado pode custar a saúde de alguém.

Por isso, vamos explicar melhor a necessidade da manutenção e do suporte adequado no artigo a seguir. Continue a leitura e confira!

Qual a importância do suporte especializado?

Imagine um monitor multiparamétrico que faz parte do dia a dia do hospital. Agora, pense em quantas pessoas têm acesso a esse aparelho.

É possível que, com o passar do tempo, aconteça um desregulamento natural. Com uma empresa de suporte competente, basta fazer uma ligação e pronto, seu tempo de parada será o mais curto possível.

Ou, até mesmo, antes de acontecer o erro, um protocolo de manutenção já terá sido realizado. No entanto, nem sempre é assim.

Uma instituição que não prioriza o cuidado prévio de sua aparelhagem pode sofrer para encontrar um suporte especializado disponível, ou mesmo supor que não há pressa.

Ainda que um profissional da área médica seja bastante qualificado, ele precisa de dados corretos. Ao subestimar a importância do cuidado constante com os equipamentos, perde-se não apenas em qualidade de atendimento — um aparelho parado para conserto significa perda de tempo, desgaste em longo prazo e menor vida útil.

Quais são os impactos da falta de manutenção preventiva em equipamentos hospitalares?

Um gestor bem preparado é o que consegue antecipar o máximo de resoluções antes de qualquer adversidade. Quando não se investe em manutenção prévia e suporte técnico de produtos hospitalares, o que acontece é o contrário. Veja que tipo de impacto esse descuido pode causar:

  • impossibilidade de seguir cronogramas — o tempo de parada de um equipamento pode representar uma unidade inteira estagnada e pacientes sem assistência adequada;
  • descontrole de orçamento — quando as manutenções preventivas são agendadas, é possível saber qual será o gasto e inclui-lo no orçamento. Esperar até que surja o problema e, então, buscar manutenção corretiva significa mais dinheiro despendido sem certeza de retorno;
  • menos qualidade de atendimento — se a equipe médica não está segura da qualidade e de como utilizar determinado aparelho, não vai oferecer o tratamento ideal ao paciente.

Aqui, vale dizer que o serviço especializado não se limita a consertar aparelhos. Um suporte de qualidade vai oferecer também um treinamento para a utilização e o manuseio dos equipamentos. Esse preparo vai evitar o mau uso e aumentar a durabilidade da estrutura.

Claro que, vale dizer, isso não significa que o suporte vai ensinar o que são os dados. A capacitação está relacionada a como fazer o melhor uso do equipamento de maneira segura.

Na prática, isso significa mais facilidade em interpretar e aplicar o aparelho sem riscos.

Qual é o processo de suporte técnico de produtos hospitalares?

Quando se fala em suporte técnico, não se trata apenas de uma empresa que oferece consertos. Há todo um protocolo de cuidados e de gerenciamento de resultados.

Para isso, padronagens precisam ser respeitadas. Dentre os serviços, estão:

  • a análise detalhada do estado do equipamento,
  • a inspeção geral da situação interior e exterior;
  • a lubrificação de peças;
  • a calibragem;
  • a verificação de desempenho;
  • a avaliação da parte elétrica;
  • a troca de peças que estejam em vencimento.

Todo esse procedimento exige um conhecimento claro e adequado dos equipamentos. É por isso que muitas empresas oferecem o suporte e a manutenção preventiva como parte de suas funções.

Ao adquirirem um produto, empresas ofertam um programa de acompanhamento, além do treinamento de equipes. Todo esse serviço é guiado por normas nacionais e internacionais, como a ISO 3485, que serve de parâmetro para os procedimentos e o tratamento de documentação.

Powered by Rock Convert

O investimento nesse tipo de serviço é indispensável para aumentar e manter a vida útil dos produtos. Além disso, representa a possibilidade de oferecer um tratamento com qualidade e segurança.

Como mensurar os benefícios de um programa de suporte?

Existem maneiras de mensurar claramente como o suporte está ajudando a estrutura hospitalar. Dois critérios são bastante utilizados para perceber se a manutenção e os cuidados estão adequados.

O chamado TMEF é o “tempo médio entre falhas” e representa a quantidade de tempo que demora para um equipamento estragar ou desregular.

Enquanto isso, o TMPR, “tempo médio para reparos”, está relacionado ao período em que o aparelho precisa ficar parado até que volte a operar.

A proporção entre essas duas medidas vai permitir que a gestão esteja preparada para eventualidades.

A partir desses dados, o gestor consegue preparar um organograma possível de ser cumprido. O orçamento para a manutenção preventiva sempre é mais fácil de se prever do que o de uma ação corretiva.

Também é mais simples se preparar para uma parada de prevenção, com tempo planejado, do que aguardar por uma reparação. Uma UTI não pode ficar sem um monitor por tempo indeterminado, por exemplo.

Há que considerar o momento que menos vá prejudicar o paciente e a equipe. E isso só acontece com planejamento.

De que forma contratar um suporte técnico eficiente para o hospital?

Na contratação, o ideal é sempre buscar por empresas que possam oferecer treinamentos e certificações desde o começo.

Existem empresas que a compra do produto é acompanhada de 1 ano de suporte. Esse período pode contar tanto com a manutenção preventiva como com cursos para quem for manejar o equipamento.

Essa atuação precoce permite que o aparelho tenha uma duração maior, pois terá menos riscos de falhas.

Outro ponto importante é avaliar se a empresa segue padronagens nacionais e internacionais. Tanto o conserto como a manutenção exigem protocolos específicos para cada tipo de instrumento.

É preciso ficar atento ainda aos prazos e formatos de apoio. Como grande parte das aparelhagens é indispensável para os hospitais, o atendimento precisa ser imediato ou o mais breve possível.

Busque sempre contratos claros em suas normas e funcionamento.

O suporte técnico de produtos hospitalares é essencial para o bom funcionamento de uma instituição. A confiança nos dispositivos auxiliares é indispensável para um bom atendimento.

Dessa forma, a gestão precisa dispensar o máximo de cuidado, evitando, assim, gastos extras no orçamento e mantendo um cronograma controlado.

Você já sabia da importância desse amparo especializado? Entre em contato com a DIMAVE e teremos o prazer de responder a todas as suas dúvidas sobre nossos serviços!

Você também pode gostar

Deixe um comentário