Conheça 8 tendências em tecnologias para equipamentos médicos!

Conheça 8 tendências em tecnologias para equipamentos médicos
8 minutos para ler

A ciência médica já percorreu um longo caminho desde a invenção dos óculos e do estetoscópio. A maior disponibilidade de internet móvel, a expansão das informações e o envelhecimento da população global estão impulsionando as mudanças no setor de saúde, e as tecnologias em equipamentos médicos estão se transformando mais rápido do que nunca.

Os dispositivos médicos desempenham um papel importante em ajudar os profissionais da saúde a analisar, diagnosticar, monitorar e tratar os pacientes. Eles também melhoram os padrões de vida dos pacientes que usam equipamentos médicos para monitorar mudanças nas condições crônicas fora das consultas. Nos últimos anos, várias inovações mudaram a indústria médica.

Neste post, apresentamos as 8 tendências para as tecnologias em equipamentos médicos que podem impactar a área da saúde. Confira!

1. Telemedicina avançada

Até janeiro de 2020, poucas organizações de saúde tinham um programa de telemedicina existente. Forçadas à funcionalidade devido às circunstâncias apresentadas com a crise da pandemia do coronavírus, muitas das barreiras regulatórias da telemedicina foram removidas, e as instituições de saúde agora têm muitos dados sobre como avaliar e melhorar os serviços prestados.

Um dos principais benefícios da telemedicina é a possibilidade de gerar laudos à distância com rapidez, de modo a suprir a falta de especialistas e a demora nos resultados dos exames em clínicas e hospitais. Outra vantagem dessa tecnologia é poder fornecer consultoria de vários médicos a custo menor para os pacientes.

Além disso, há redução de custos para as empresas, uma vez que a emissão de laudos on-line dispensa a necessidade de estações de trabalho para análise.

Muitas organizações de saúde se concentrarão em como melhor integrar os serviços de telemedicina aos serviços físicos existentes. As visitas virtuais continuarão a ser usadas como uma forma de aumentar o acesso aos cuidados primários e de urgência, bem como para melhorar a colaboração com clínicas, centros de cuidados de longo prazo, centros de diálise e serviços de saúde mental. Tudo isso, no entanto, depende de um levantamento mais permanente das barreiras regulatórias existentes.

2. Lab on a chip

Se está demorando muito para levar as amostras para o laboratório, por que não levar o laboratório para as amostras? Com cerca da metade do tamanho de um cartão de crédito, esta tecnologia de laboratório em chip, contém uma rede complexa de canais menores que a largura de um cabelo humano e podem fornecer os resultados de um teste de coronavírus em menos de 30 minutos.

Os testes laboratoriais são o primeiro passo no combate a doenças infecciosas e com um laboratório em um chip, esse teste pode ser feito de maneira rápida, segura, econômica e eficiente.

3. Robótica

O uso desta tecnologia é certamente uma das principais tendências em equipamentos médicos na atualidade. Com a cirurgia robótica é possível realizar tratamento para inúmeras patologias, como retiradas de tumores de cabeça e pescoço, extração total ou parcial da próstata etc.

Um dos benefícios para o uso de robôs na área da saúde é que eles aumentam a precisão dos movimentos médicos, de modo a facilitar os procedimentos complexos em locais hostis ou remotos. Desta forma, o paciente vai sentir menos dor e desconforto no pós-operatório, uma vez que esses dispositivos têm a capacidade de fazer cortes mais precisos.

Além de serem equipamentos mais meticulosos, eles também são menos invasivos nos procedimentos cirúrgicos. Assim, o paciente tem perdas sanguíneas menores durante o procedimento, menos risco de sofrer infecções e a sua permanência no hospital é reduzida — diminuindo a ocupação de leitos.

4. Impressoras 3D

Essas tecnologias em equipamentos médicos muito úteis na medicina, podem fabricar diversos dispositivos e instrumentos cirúrgicos com plástico ou resinas sintéticas, como próteses, modelagem de fluidos, e outros componentes médicos. Na ortopedia, a impressora 3D tem utilidade ampla, já que há uma grande demanda para a criação de implantes ortopédicos e restaurações dentárias, por exemplo.

Ela consegue uma alta precisão na elaboração de peças e faz a entrega com muita rapidez. Outra vantagem dessa tecnologia é a redução de custos em comparação com os procedimentos tradicionais. Isso pode tornar os serviços mais acessíveis, ampliando a carteira de clientes da empresa e aumentando o faturamento.

5. Marca-passos Inteligentes

O marca-passo artificial, que data de mais de 100 anos, ainda é uma peça crítica da tecnologia médica — mais de um milhão de pacientes o utilizam. Ao fornecer impulsos elétricos às câmaras do músculo cardíaco, eles podem prevenir ou corrigir arritmias cardíacas. O monitoramento remoto desses dispositivos é uma parte essencial de sua funcionalidade. Tradicionalmente, esse monitoramento tem estado longe do ideal, contando com interfaces complexas que o paciente pode não entender totalmente.

Ao habilitar marca-passos com tecnologia Bluetooth, eles podem ser conectados a aplicativos móveis baseados em smartphones que os pacientes entendem e utilizam melhor. Isso, por sua vez, fará com que o monitoramento remoto fique melhor e, da mesma forma, os resultados do paciente.

6. Dispositivos inteligentes e Internet das coisas (IoT)

Os dispositivos conectados à IoT estão fornecendo aos fabricantes de tecnologias em equipamentos médicos uma ampla gama de novos conjuntos de dados com aplicações em potencial para seus negócios. Com os pacientes prestando mais atenção à saúde, o fornecimento eficaz de dados e as informações preciosas que podem ser recolhidas desses dispositivos, contribuem para uma melhor prestação de serviços em saúde aos seus usuários.

Além disso, as instituições podem usar essas medições para adicionar diferentes recursos e melhorar a execução com base nas interações do cliente registradas pelo dispositivo, em vez de depender de métodos, como pesquisas. Isso pode levar a uma experiência superior do consumidor em uma indústria cada vez mais orientada para o paciente.

7. Nanomedicina

A Nanomedicina é a aplicação médica da nanotecnologia, uma das tecnologias em equipamentos médicos que opera em escala atômica, molecular ou supramolecular. Para algo de tamanho tão pequeno, o potencial é enorme — a nanomedicina tem aplicações em imagens, detecção, diagnóstico e distribuição por meio de dispositivos médicos.

Novas maneiras estão sendo descobertas para se aplicar a nanomedicina para atingir células individuais, como por exemplo, o uso de nanopartículas de ouro para direcionar a distribuição de drogas a tumores e também outros modos de combater vírus e bactérias.

8. Inteligência Artificial e Aprendizagem de Máquina

Humanos e computadores são bons em coisas diferentes e precisam trabalhar em conjunto para fornecer cuidados médicos de alta qualidade. As tecnologias em equipamentos médicos que usam inteligência artificial (IA) e/ou aprendizado de máquina (ML) estão em seu melhor momento, fornecendo grandes quantidades de dados brutos, muito parecidos com os que entram e saem de uma instalação médica.

A partir daí, eles ajudam médicos e prestadores de cuidados, eliminando a incerteza da análise de varredura de imagens, reduzindo o esgotamento e oferecendo suporte à decisão em diagnósticos não absolutos e opções de tratamento.

Algoritmos e assistentes virtuais permitem que os médicos atendam mais pacientes por dia e usem o tempo com cada paciente de forma mais eficaz. A IA está cada vez mais sendo usada em aplicações de monitoramento remoto e telemedicina. As revoluções futuras no poder da computação, como a computação quântica, podem tornar possível a análise de milhões de tomografias e daí surgiram grandes revelações para a ciência médica, pois os padrões detectados poderiam ser usados para tratar, prevenir ou prever doenças.

Os avanços nas tecnologias em equipamentos médicos possibilitaram que diversas metodologias para salvar vidas se tornassem mais acessíveis. Somente a ideia de ter uma consulta virtual com um médico a muitos quilômetros de distância teria sido difícil de considerar apenas algumas décadas atrás. De aparelhos de monitoramento remoto e tecnologia médica vestível ao sequenciamento de genômico, a tecnologia está melhorando a saúde em um ritmo muito rápido.

O que você achou sobre as tendências de tecnologias em equipamentos médicos? Boas? Então, que tal curtir nossa página no Facebook e nos mostrar o que você gostou!

Você também pode gostar

Deixe um comentário